• Lygia Bueno Fragoso

Fonoaudiologia: Como estimular o fonema /K/?

Atualizado: Fev 13


Lygia Bueno Fragoso é fonoaudióloga graduada na Universidade Federal de Minas Gerais com mestrado em bioengenharia na UFMG. Experiência em audiologia, linguagem infantil e adulto, voz e motricidade orofacial em consultório particular, atendimento domiciliar, APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família).



Terapia Fonoaudiológica: Estimulação do Fonema /K/

Pistas sensoriais para trabalhar o fonema /K/ com o paciente: Visual: Com abertura da boca é possível visualizar a posteriorização da língua Tátil: Posteriorização da língua que aproxima do palato mole Dicas para a terapia do fonema /K/ ficar mais interessante: 1. Bombardeamento auditivo: Use o fonema /k/ no início e meio das palavras, bem como em frases. Utilize instrumentos para amplificar o som que chegará no ouvido do paciente;

2. Use espelho para o paciente imitar o modelo do terapeuta; 3. Utilize gelatina em pó, creme de chocolate ou espátula para indicar onde a língua encosta; 4. Faça gargarejo para conscientizar sobre a posição do ponto articulatório da língua; 5. Trabalhe exercícios de posteriorização da língua, como o papinho, e exercícios de fortalecimento; 6. Associe a emissão da vogal /i/ com o fonema /k/ , /ki/, pois em ambos o ponto articulatório da língua está próximo do palato mole;


7. Segure a ponta da língua com a espátula e empurre levemente a língua para trás e peça para o paciente emitir ca, que ,qui, co e cu;

8. Use trava-línguas:

O que é que Cacá quer?

Cacá quer caqui.

Qual caqui que Cacá quer?

Cacá quer qualquer caqui.”;

9. Use atividades lúdicas que contenham palavras, frases ou expressões que trabalham o fonema /k/ para automatização, como jogo da memória, labirinto com figuras que apresentam o fonema alvo e jogos de adivinhação;

10. Use atividades de adivinhação como: “O que é, o que é? Tem orelhas mas não é bicho, tem linhas mas não é agulha?

Res: Caderno 11. Cante músicas: “Cai, cai, balão;

cai, cai, balão,

aqui na minha mão;

não cai não;

não cai não;

cai na rua do sabão”;

12. Faça atividades que trabalhem a consciência fonológica e a consciência sintática com o fonema /k/;

13. Treine a leitura e a compreensão de textos que utilizam o fonema /k/.

Assista o vídeo!


Veja também:

​​Como tratar as alterações na fala? O que é perda auditiva induzida por ruído? Veja 6 Passos para você fazer o Programa de Conservação Auditiva Como orientar pais e professores nas alterações de fala da criança? Fonoaudiologia: Como estimular o fonema /r/? Como gerenciar os exames audiométricos no PCA?

Gostou desse artigo? Assine e receba mais conteúdo sobre fonoaudiologia e como aumentar a produtividade neste setor, através de nossas planilhas setoriais.

Assine e receba conteúdo sobre fonoaudiologia, empreendedorismo e planilhas para pequenas empresas. Além disso, você ganha uma planilha de Controle Financeiro Pessoal gratuita!

Referências: Mota HL. Terapia fonoaudiológica para os desvios fonológicos, 2001. Revinter Nascimento, L.C.R, 2009. Brincando com os sons: jogos para a terapia dos distúrbios articulatórios. Pró-Fono.

#atividadeludica #conscienciafonologica #estimulacao #estimulacaofonema #fala #fonema #fonoaudiologia #planilhasprofissionais #terapiadefala #terapiafonoaudiologica #tratarfala #tratamentodefala #treinamentofonema #Planilhasexcel #planilhasdefonoaudiologia

5,742 visualizações