• Lygia Bueno Fragoso

Fonoaudiologia: Como estimular o fonema /d/?

Atualizado: 13 de Fev de 2020


Lygia Bueno Fragoso

Lygia Bueno Fragoso é fonoaudióloga graduada na Universidade Federal de Minas Gerais com mestrado em bioengenharia na UFMG. Experiência em audiologia, linguagem infantil e adulto, voz e motricidade orofacial em consultório particular, atendimento domiciliar, APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família).


Fonoaudiologia: Como estimular o fonema /d/

Terapia Fonoaudiológica: Estimulação do Fonema /d/

Pistas sensoriais para trabalhar o fonema /d/ com o paciente: Visual: boca entreaberta e ponta da língua elevada. Eleve a ponta da língua, como se fosse estalar e tente soltar “ da” , “de”, “ di”, “do” e “ du”. Tátil: A ponta da língua toca os alvéolos dos incisivos superiores e há vibração das pregas vocais. Dicas para a terapia do fonema /d/ ficar mais interessante: 1. Bombardeamento auditivo: Use o fonema /d/ no início e meio das palavras, bem como em frases. Utilize instrumentos para amplificar o som que chegará no ouvido do paciente;

2. Use espelho para o paciente imitar o modelo do terapeuta; 3. Utilize gelatina em pó, creme de chocolate ou espátula para indicar onde a língua encosta; 4. Trabalhar o fonema /d/ por analogia com o fonema /t/. No fonema /d/ há sonorização e vibração das pregas vocais e ausência de explosão; 5. Use atividades lúdicas que contenham palavras, frases ou expressões que trabalham o fonema /d/ para automatização, como história maluca com os objetos que tenha o som do “d” e sequência lógica com figuras que apresentam o fonema alvo;

fonoaudiologia - treino fonema D

6. Use trava línguas: “O doce perguntou para doce: qual o doce mais doce? o doce respondeu para o doce que o doce mais doce era o doce de batata doce” “Se cada um vai a casa de cada um é porque cada um quer que cada um lá vá. Porque se cada um não fosse a casa de cada um é porque cada um não queria que cada um fosse lá.” “Pardal pardo, por que parlas?

Parlo porque sempre parlei,

porque sou pardal pardo, parlador del-rei.