• Planilha Ideal - Redação

Fluxo de caixa? Como funciona?


Nesta série de publicações apresentamos conceitos amplos e gerais de gestão em finanças empresariais, as possibilidades de atuação nesse setor e os princípios e métodos de ser fazer o custeio em sua empresa. As publicações são resumidas e apresentam conceitos introdutórios de cada tema. Acompanhe e inscreva-se para recebê-las direto no seu e-mail.

O fluxo de caixa apresenta informações extraídas das demonstrações financeiras.

O Fluxo de Caixa corresponde a uma relação do balanço, ou seja, o que entra menos o que sai é o que sobra. Dessa forma, o fluxo de caixa é a diferença de dinheiro que entrou e que saiu do caixa. Sabemos que no Balanço Patrimonial, temos que:

Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido.

Da mesma forma, no fluxo de caixa, temos uma equação semelhante à do Balanço Patrimonial:

Fluxo de caixa dos ativos = fluxo de caixa para os credores + fluxo de caixa para os donos (ou acionistas).

A empresa gera caixa por meio de suas operações. Esse dinheiro é usado para pagar fornecedores e o dono.

Fluxo de caixa do ativos é formado pelo Fluxo de caixa operacional (1), que são o caixa das atividades do dia a dia de produção e vendas; menos os Gastos de capital (2), que são as compras menos as vendas de ativos permanentes; menos a Variação do Capital de Giro Líquido (3), o do CGL, que representa o aumento do ativo circulante em relação ao passivo circulante. As despesas financeiras não estão incluídas, pois não são operacionais.


Fluxo de caixa operacional (1):

-----------------------------------------------

Lucro antes de juros e imposto

+ Depreciação

- Impostos

= Fluxo de caixa operacional

Gastos de capital (2):

-----------------------------------------------

Ativo permanente ao final do período

- Ativo permanente ao início do período

+ Depreciação

= Investimento em ativo permanente (pode ser negativo se vender mais ativos permanentes que comprar)

Variação de Capital de Giro Líquido (3):

-----------------------------------------------

CGL ao final do período (ativo circulante)

- CGL ao início do período (ativo circulante)

= Variação de CGL

Fluxo de Caixa dos Ativos:

-----------------------------------------------

Fluxo de caixa operacional (1)

- Gastos líquidos de capital (2)

- Variação de CGL (3)

= Fluxo de Caixa dos Ativos

O Fluxo de caixa aos credores também pode ser chamado de fluxo de caixa aos obrigacionistas. Ele corresponde a:

Fluxo de caixa aos credores:

-----------------------------------------------

Juros pagos

- Novos financiamentos

= Fluxo de caixa aos credores

O Fluxo de caixa aos acionistas, por sua vez, relaciona os dividendos pagos com o quanto a empresa captou com a venda de novas ações.

Fluxo de caixa aos acionistas:

-----------------------------------------------

Dividendos pagos

- Ingresso de capital novo (vendas de novas ações)

= Fluxo de caixa aos acionistas

Vamos entender por meio de um exemplo. Com base nas suas Demonstrações Financeiras, ou seja, a Demonstração de Resultado e o Balanço Patrimonial, a empresa X é capaz de elaborar seu fluxo de caixa.

As fórmulas estão na planilha, disponível para download:

Referência:

Ross, Stephen A.; Westerfield, Randolph W. Princípios de administração financeira. Altas, 2000.

#planilhadefluxodecaixa #projecaodefluxodecaixa #fluxodecaixa #balancopatrimonial #comofazerfluxodecaixa #boaspraticasfluxodecaixa #fluxodecaixadiário #fluxodecaixamensal

35 visualizações